Ecoturismo e Aventura

TOP 5 do exaGera

Viena

21 de janeiro de 2016

Na minha eurotrip 2015, Viena foi um dos destinos que eu mais curti. A cidade é incrível!!!

Viena é o que costumo chamar de um destino completo; uma cidade repleta de atrações turísticas e que tem muito a oferecer. Arquitetura, artes, gastronomia, história (muita), museus (muitos também), parques, música clássica (ópera) e muito mais. A cidade é linda, bem cuidada e totalmente projetada e organizada para bem receber o turista.

São muitos palácios, lindas e imponentes construções que nos remetem a um passado histórico.  Grandiosas igrejas, ruas exclusivas para pedestres, charretes que se misturam as pessoas e aos bondes que cruzam todo o centro antigo (onde se encontram a maioria das atrações da cidade). E, com certeza, você ouvirá muito falar da imperatriz Sisi e dos Hofburgs, a família imperial de Viena que teve até uma das filhas casada com um imperador do Brasil.

Dessa forma, se você não tiver tempo suficiente para conhecer tudo, vai aqui o meu TOP 5 de Viena.  Mas, por favor, não fique restrito a isso; a cidade tem muito mais a oferecer e merece um TOP 10, 15, 20…. Por isso, ainda vamos falar muito de Viena por aqui no blog Papo de Turista.

O que mais gostamos…IMPERDÍVEL (na primeira vez)

Top 5 do exaGera em Viena:

  1. Palácio Schönbrunn – conhecido também como o Palácio de Versalhes de Viena.  É um dos principais monumentos históricos e culturais da Áustria.Um palácio barroco que foi residência de verão da família imperial austríaca desde meados do século XVIII até ao final da Segunda Guerra Mundial. Nesse período, o edifício foi habitado quase continuamente por várias centenas de pessoas da vasta corte, tornando-se num centro cultural e político do império Habsburgo. Aqui viveu até 1817, data de seu casamento com o futuro imperador brasileiro Pedro I, a arquiduquesa D. Leopoldina de Habsburgo, que teve tão grande papel na independência do Brasil.

IMG_8849

Palácio de Schönbrunn

2. Palácio Hofburg – O Hofburg, ou Palácio Imperial de Hofburg, é um grandioso palácio que fica no bem no centro da cidade de Viena. Foi a residência oficial e centro do poder dos Habsburgo, soberanos da Áustria entre 1278 e 1918, que o usaram como sua principal residência de Inverno, enquanto o Palácio de  Schönbrunn era o seu palácio preferido para o Verão. Entre as personalidades históricas que nasceram no Hofburg destaca-se Maria Antonieta, em 1755.

Atualmente, o complexo Hofburg abriga a Biblioteca Nacional Austríaca, a Escola Espanhola de Equitação, os gabinetes do presidente da Áustria e museus, dentre os quais se destacam as alas preservadas dos antigos aposentos imperiais e a coleção de tesouros sacros e obras de arte acumuladas pelos Habsburgo durante os quase sete séculos de reinado.

Hofburg

Hofburg

3. Palácio Belvedere – é um palácio barroco construído pelo príncipe Eugénio de Saboia no 3° distrito de Viena. O complexo é dividido em duas partes: Belvedere Inferior e Belvedere Superior.

O Belvedere Inferior foi inaugurado em 1716. De 1720 a 1723, foi construído o Belvedere Superior. O complexo foi vendido a Maria Teresa da Áustria pelos herdeiros do príncipe. Maria Teresa deu o nome ao lugar de Belvedere, que em italiano significa Bela Vista.

Desde a Primeira Guerra Mundial, o Belvedere também é um museu. O edifício sofreu danos durante a Segunda Guerra Mundial, mas foi totalmente reconstruído e, nos dias atuais, é também umas das principais atrações turísticas da cidade.

IMG_1055

Palácio Belvedere

4. Ópera de Viena – (em alemão Wiener Staatsoper) também está localizada no centro de Viena. (lembra que falei que a maioria das atrações da cidade estão bem no centro histórico da cidade?)

Foi inaugurado em 25 de Maio de 1869 com a ópera Don Giovanni de Wolfgang Amadeus Mozart, mas durante a Segunda Guerra Mundial, mais precisamente em 12 de março de 1945, o prédio foi bombardeado pelos Estados Unidos e sofreu uma grande destruição, principalmente o auditório e o palco foram destruídos pelo fogo.

Hoje, totalmente restaurado, a casa de ópera da cidade é palco das mais belas apresentações que encantam os locais e os turistas de todo o mundo. Quando lá estive, assisti a famosa ópera L’elisir d’amore.

IMG_0407

Ópera de Viena

5. Café Sacher/Sacher-Torte – em Viena, quando falamos de gastronomia, duas coisas vem a nossa mente: o wienerschnitzel que já falamos por aqui e a famosa Sacher-Torte que é um bolo de chocolate, inventado por Franz Sacher em 1832 para príncipe Metternich em Viena, capital da Áustria.

O bolo consiste de duas camadas de massa de chocolate, não excessivamente doce, com uma pequena camada de geleia de damasco no meio e uma cobertura de chocolate negro, com lascas de chocolate em cima e dos lados. É tradicionalmente servida com chantili.

A marca registada “Original Sachertorte” foi registada pelo Hotel Sacher, construído em 1876, pelo filho de Franz Sacher. A receita é um segredo bem guardado. Até 1965, o Hotel Sacher envolveu-se num litígio nos tribunais com a pastelaria Demel, que também produzira também um bolo chamado “Original Sachertorte“. Após o processo, o bolo da Demel é hoje conhecido por “Demels Sachertorte”. A diferença deste para o original é que a camada de geleia de damasco é colocada diretamente sob a cobertura de chocolate e não no meio.

Para se ter uma ideia do sucesso que faz, no Hotel Sacher de Viena, são produzidas cerca de 270 000 unidades do bolo todos os anos.

 

IMG_0721

Café Sacher

IMG_0733

a “famosa” original sacher-torte ao lado da não menos famosa torta de maça – applefstrudel

CURTA o Blog Papo de Turista no facebook

siga o @blogpapodeturista no instagram